Logo SoftSol
Quarta, 23 de Agosto de 2017
Menu
Software Livre
Seu IP
Principal

POR QUE AUTOMATIZAR?

Ganhos significativos

Nas lojas de material de construção, como em outros segmentos, a facilidade administrativa proporcionada pela automação é a primeira resposta quando se questiona por que automatizar. Certamente, ao ter a gestão facilitada, o lojista obtém ganhos significativos também no que se refere ao seu papel de comandante do estabelecimento. Ele pode, com mais tempo, se dedicar a outros aspectos importantes, que fogem do dia a dia da loja, como visita a fornecedores e eventos do setor. Mas a lista de vantagens proporcionadas pela automação não pára por aí.


Controle de estoque

Ter um controle mais eficiente do estoque é um dos benefícios principais gerados pela automação da loja de material de construção, sobretudo pela variedade de seu mix de produtos. Como comercializa muitos produtos a granel, em sacos, enfim, o estoque da loja precisa garantir um baixo índice de perdas e desperdício, o que pode ser conseguido com a reorganização da área, que acaba ocorrendo junto com a sua automação. Utilizando as ferramentas adequadas no estoque da loja, será possível saber quais os produtos de maior e menor giro e, por tabela, os de maior e menor rentabilidade.


Redução de perdas

Em qualquer estabelecimento, encontrar formas de reduzir perdas é mais do que necessário. No caso de uma loja de material de construção, até por causa de suas já conhecidas características, como o tipo de mercadorias que comercializa, automatizar suas operações vai representar uma redução significativa nos índices de perdas. Essa "mãozinha" da automação acontece por causa do melhor controle das mercadorias expostas na loja ou disponíveis no estoque e por causa da conexão direta com entidades de consulta a crédito e cheques proporcionada pelos equipamentos utilizados, que reduz as perdas com a inadimplência.


Controle de vendas

O controle das vendas é uma vantagem comum a todas as lojas que automatizam suas operações. O melhor de tudo é que além de atender aspectos legais, como a emissão de cupom fiscal, a venda automatizada permite um acompanhamento efetivo do fluxo de caixa, que por conseqüência contribui para a execução de um planejamento financeiro mais eficiente.


Poder de barganha

Ao contar com um controle mais real do produtos que têm e que não têm uma boa saída, o lojista passa a direcionar mais as compras que faz junto aos seus fornecedores. Com base nas informações geradas pelas soluções de automação, o lojista economiza dinheiro ao decidir pela compra do que realmente é do agrado dos clientes e também ganha argumentos que facilitam as negociações com os fornecedores. É o chamado poder de barganha, que se torna concreto com a ajuda de automação (graças aos relatórios sobre o que vende mais e menos).


Aumento de competitividade

A competitividade no segmento de material de construção se intensificou nos últimos anos. E a maior prova dessa aumento na competitividade está no perfil que vem sendo adotado por muitas lojas, que passaram a se mostrar ao público como home centers. Traduzindo: home centers seriam estabelecimentos onde as pessoas encontram tudo para o lar (não apenas material de construção, mas também produtos de decoração e para pequenas reformas). Esse perfil, que torna as lojas um pouco mais sofisticadas, atrai diferentes consumidores, o que exige das lojas um conhecimento maior de quem compra suas mercadorias. Aí, entra a automação como "braço direito" no fornecimento das informações que vão ajudar a focar o trabalho nesse público diferenciado.


Atendimento de diferentes públicos

Ao adotarem a linha home centers, as lojas de material de construção devem se preparar para atender um público mais amplo, que vai da dona de casa (que faz trabalhos de "bricolagem", e pequenas reformas, como pintura de móveis e objetos em madeira) até profissionais da construção (que compram produtos tradicionais como cimento, areia e tijolos). Nesse contexto, além de oferecer produtos, a loja precisa oferecer atendimentos diferenciados. E isso se faz com a ajuda da automação para conhecer melhor o perfil da clientela para um atendimento ágil, eficiente e, sobretudo, surpreendente.


Ferramenta de marketing

A questão do atendimento ágil e diferenciado é apenas um dos benefícios que podem ser explorados pela loja como uma atração à parte para capturar o cliente. É quando a automação comercial se torna uma poderosa ferramenta de marketing que pode ainda facilitar a criação de um elo maior e mais forte entre loja e cliente. O departamento de marketing terá condições de elaborar ações como o envio de cartas de ofertas, cartões de felicitações ou convites para o cliente retornar à loja. Essas são ações simples cuja execução se torna mais prática com a automação. O resultado é altamente favorável à imagem da loja e abre grandes possibilidades para a volta do cliente às compras.

Fonte: Bematech

©2015 . SoftSol Sistemas & Informática. Todos os direitos reservados.